domingo, 24 de novembro de 2013

Pb Andre Luiz - Mateus 26:36-46



E, quando comiam, Jesus tomou o pão, e abençoando-o, o partiu, e o deu aos discípulos, e disse: Tomai, comei, isto é o meu corpo.
E, tomando o cálice, e dando graças, deu-lho, dizendo: Bebei dele todos;
Porque isto é o meu sangue, o sangue do novo testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados.
E digo-vos que, desde agora, não beberei deste fruto da vide, até aquele dia em que o beba novo convosco no reino de meu Pai.
E, tendo cantado o hino, saíram para o Monte das Oliveiras.
Então Jesus lhes disse: Todos vós esta noite vos escandalizareis em mim; porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas do rebanho se dispersarão.
Mas, depois de eu ressuscitar, irei adiante de vós para a Galiléia.
Mas Pedro, respondendo, disse-lhe: Ainda que todos se escandalizem em ti, eu nunca me escandalizarei.
Disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que, nesta mesma noite, antes que o galo cante, três vezes me negarás.
Disse-lhe Pedro: Ainda que me seja mister morrer contigo, não te negarei. E todos os discípulos disseram o mesmo.
Então chegou Jesus com eles a um lugar chamado Getsêmani, e disse a seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto vou além orar.

Mateus 26:26-36

Pr Juvenal Irene - Efésios 5:14-21



Por isso diz: Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá.
Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios,
Remindo o tempo; porquanto os dias são maus.
Por isso não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor.
E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito;
Falando entre vós em salmos, e hinos, e cânticos espirituais; cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração;
Dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo;
Sujeitando-vos uns aos outros no temor de Deus.

Efésios 5:14-21

Marcio Tadeu Molina - Lucas 17:5-6 - Medidas de Fé



Disseram então os apóstolos ao Senhor: Acrescenta-nos a fé.
E disse o Senhor: Se tivésseis fé como um grão de mostarda, diríeis a esta amoreira: Desarraiga-te daqui, e planta-te no mar; e ela vos obedeceria.

Lucas 17:5-6

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

O QUE ESTAMOS ENSINANDO DA OBRA MISSIONÁRIA NO CULTO DE DOMINGO

            Infelizmente nos dias de hoje os mecanismos de evangelização, tais como televisão, rádio, outros materiais próprios estão totalmente desencontrados com as informações de como deve ser um culto de adoração a Deus. Alguns lideres interpretam que o foco de um culto de adoração deve ser suas próprias necessidades e outros nomeiam suas idéias como se fosse orientado diretamente pelo Deus Altíssimo. Existe uma vasta gama de títulos para os nossos cultos de domingo, tais como, Santa Ceia do Concerto, Oficiais, da Revolta entre outros.
Vemos ainda que até a forma que achamos Ortodoxa está muito longe de ser o que as Escrituras mostram. Esquecemos que nosso culto deve ser de ação de graças, e prestamos qualquer tipo de culto contando com o melhor de nossa imaginação. Como somos uma colheita de uma plantação mal feita por nossos contemporâneos, deveríamos nos perguntar se realmente aprendemos a cultuar a Deus da forma correta. Nos entregamos, a qualquer onda ou modismo que absorvemos através de vigílias, programas de televisão ou de rádio onde as “experiências espirituais” são mais importantes do que uma experiência pessoal com Cristo e Sua Palavra.  Hoje em dia são distribuídos todos os tipos de souvenirs ou amuletos espirituais, tais como, lencinhos, água abençoada, cimento da casa própria etc, para que possamos renovar a nossa fé a cada dificuldade ou nos estimular a lutar por nossos ideais espirituais ou não. Sempre esquecemos que nosso objetivo de adoração deve ser sempre Cristo e não estes objetos que são guardados como tesouros.
A nossa maior dificuldade é Santificar um dia por semana para o Senhor, e criticamos veementemente Judeus e Evangélicos que guardam o sábado como mandamento. Não temos coragem de acordar para irmos ouvir o ensinamento da Palavra na Escola Dominical. No momento que acordamos e depois saímos de casa para irmos a igreja estamos iniciando o Culto de Domingo. Ao voltarmos para casa, nos reunimos com a família e nosso culto permanece, até que vamos novamente a Igreja para nosso culto de adoração a Deus. Para a maioria de nós domingo é apenas um dia de descanso.
Ao chegarmos a igreja, esquecemos de ter a devida reverencia diante da leitura e do estudo da Palavra de Deus. Não nos preparamos para lecionar ou aprender. Infelizmente nos dias de hoje o povo cristão não tem o mínimo de educação, quanto a manter o silêncio e a inquietação durante o culto, atrapalhando o andamento e a concentração das pessoas interessadas em adorar a Deus.
Um dos maiores problemas que hoje podemos observar é a preparação para Culto. A falta de comprometimento de músicos, dirigentes, grupos e departamento tem sido uma pedra no trabalho da igreja, pois normalmente nem todos estão dispostos a pagar o preço para que o Nome de Deus seja louvado de uma forma correta. Algumas pessoas acreditam que Deus tem de ouvir algo que eles não ouviriam, que o louvor que está saindo de seus lábios estão chegando ao trono de Deus. Este engano é freqüente, pois da mesma forma que prefiro ouvir um cd ao um disco de vinil ou assistir uma televisão digital a uma convencional cheia de chuvisco, acredito que Deus se alegra em ouvir a nossa voz tentando dar o melhor.

Temos que tentar aprender o que realmente a Bíblia nos ensina quanto ao Culto que deve ser racional e coletivo e não individual. Para que possamos adorar a Deus na congregação dos justos, temos que estar no Templo com um só pensamento, uma só vontade e uma só direção, que é Jesus Cristo Nosso Senhor e Salvador.