terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Atos Capítulo 2: 1 – 4

Quando analisamos esse texto de Atos dos Apóstolos vemos o Espírito Santo sendo derramado sobre os que estavam reunidos e todos foram cheios, e começaram a falar em outras línguas conforme o Espírito Santo concedia.

Que línguas eram essas?

Eram línguas das nações que estavam presente na festividade em Jerusalém para que elas vissem e ouvissem a inauguração da Igreja de Cristo aqui na terra. Diante desse quadro quero compartilhar com vocês o tema bem sugestivo para hoje: Avivamento uma necessidade urgente.

1º O que é Avivamento ?

Avivamento é a ação poderosa do Espírito Santo na vida do cristão e da Igreja, levando o salvo a viver um Cristianismo de impacto, de transformação, de Santificação, e um desejo de proclamar as verdades contidas na Santa e Bendita Palavra de Deus. Na história da igreja encontramos grandes avivamentos ou como alguns definem de Reavivamentos.

A renovação espiritual na Igreja tem a finalidade de manter acesa a chama do Espírito Santo e o ardor missionário na vida dos cristãos. Também trás aos cristãos uma convicção do pecado e uma mudança radical na maneira de viver, não apenas uma emoção devocional, mas mudança de vida e profundidade devocional. Não é emoção para cantar ou louvar ao Senhor, mas sim um desejo da alma em adorar o criador, mesmo nos momentos mais difíceis da vida o Espírito Santo nos leva ao trono de Deus.

2º Os impedimentos para um Reavivamento hoje?

1º Desinteresse por uma vida de consagração na presença de Deus. Tem muita empolgação em nossas liturgias, mas pouca vida cristã nas comunidades. O desinteresse por uma vida digna de cristãos autênticos é comprovada pelo comportamento das pessoas que querem um Reavivamento hoje.


2º O avivamento exige sério compromisso com Cristo e sua obra.
Quando este compromisso não é confirmado por nossos atos e ações, não há renovação espiritual, poderá existir até algum barulho, mas não um mover sobrenatural do Espírito Santo.


3º Preconceito contra Reavivamento.

Muitos acham que pessoas reavivadas é sinônimo de fanatismo, desequilíbrio emocional, exageros, barulho, despreparo intelectual, pobreza, desajuste social, os coitados da sociedade evangélica. Por isso, não gostam de avivamento e não são alcançados pelo poder de Deus, criticam os Pentecostais por não conhecerem e não receberem esse poder bendito, mas quando o bondoso e eterno Deus trás uma renovação Espiritual, mudam de atitudes e glorificam a Deus com suas vidas.
Na próxima semana vamos falar dos objetivos de Avivamento.

Que o bondoso e eterno Deus Continue a nos Abençoar. Amém.


Pr. João Marques Pedrosa - IPRB Jd. Maristela - SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário